domingo, 26 de abril de 2009

(In) certo


Hoje, ela pensou em vê-lo, em chamá-lo para sair e conversar. No tempo havia neblina e a manhã fria precisava de aconchego. Entretanto, a menina não pensava em ligar. Enquanto ele acordava de um sono inseguro com o pensamento nela.
Desde o último encontro, se olharam sôfregos, lânguidos e a impressão final não foi das melhores. Por que, então, neste exato momento um pensava no outro?
Seria o costume ou a falta?

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Amigos Não Deveriam Morrer


Foi um susto. Ainda estou com as mãos trêmulas, as pernas bambas , o coração apertado e os olhos cheio de lágrimas. Torcendo pra ser mentira. Mas infelizmente não é. Fui te dar parabéns. Te desejar muitos anos de vida e saúde. Muitas cervejas geladas e feriados. Do jeito que vc gosta. Tentei te ligar. Não consegui. “Talvez esteja em Brasilia”, pensei. Então fui até teu orkut. Os votos de felicidades estavam tristes. E eu não sabia. Como vc se foi e não fiquei sabendo a tempo de ir me despedir? Veio à minha memória todos os momentos que passei ctg. As altas conversas no msn, os seus sorrisos (nunca escondi que vc tinha o sorriso mais lindo de todos os guris!), as suas histórias de festas e baladas, o seu alto astral... e até da sua cantada... que tb foi a mais bacana de todas! Sim, sempre falo...” O Rafael foi um cara que me levou pela cantada. Foi original. Foi engraçada.”Ninguém te supera a isso. Ninguém supera teu sorriso. Ainda posso sentir seu cheiro. Ainda posso escutar sua gargalhada e até mesmo sua bronca qdo te deixei plantado me esperando. Desculpa! Lembro-me qdo tentamos ficar juntos. Você tinha que voltar pra Brasilia e eu não podia pedir pra ficar. As mensagens que tu me mandava no cel, me deixando feliz só pq vc dizia que sentia minha falta. E eu queria muito te dar um abraço! E eu queria muito que vc me pegasse no colo mais uma vez. Nem que de novo, fosse no meio da rua. Ainda quero. E daí vc voltou pra Minas. Lembro-me da nossa última conversa. Você me disse que me viu passando na rua. E que seus amigos mexeram cmg e eu me fiz que não vi. E vc disse que pediu pra eles pararem pq eu era a sua amiga Ruiva. Eu não te vi, realmente. E então vc fala:” Você continua linda. Queria ter voltado a tempo de Brasilia.”. E eu queria poder ter pedido pra vc nunca ir.

Ta dificil segurar onda, guri. Ta dificil pensar que nunca mais vou te ver. O fato de não termos amigos em comum e eu não ficar sabendo da sua viagem a tempo, me deixa mais triste. Há um mês! Bem estranhei que não aparecia no msn mais. Que eu não recebia mais scraps teu por depoimento.

Pq essa merda de acidente? Pq teu amigo dormiu no volante? Pq tu estava sem cinto de segurança? Espero de coração e do fundo da alma que tenha sido rápido o suficiente pra que tu não tenha visto e nem sentido.
Queria muito vc de volta. Aqui, me fazendo rir. Me “tentando”. Me enrolando. Não sei como sua familia está , não sei como reagir, não sei como segurar mais uma barra dessas. Peço a você que me dê conforto. Que me faça sentir abraçada por ti. Que não me deixe fraquejar. Que não esqueça de mim assim como nunca me esqueci de ti. Que apareça em meus sonhos só pra eu matar a saudade...

Rafa... Fael... Rafa Lindo...seja como for. Não dá pra acreditar. Ainda não. Você não. Queria muito escrever mais pra ti. Mas não consigo. To engasgada. Querendo gritar, chorar e pedir que me acordem. Como posso continuar feliz sabendo que vc não está aqui? Não precisava falar com vc todos os dias, pq sabia que estaria ali. Sabia onde te encontrar. Agora, faço oq? Como vou obter respostas? Como vou saber que tu está rindo das nossas conversas?
Dói muito. E acredito que vou precisar muito de força. Na verdade, queria você. Sempre amigo, sempre rindo, sempre lindo! Pra sempre. Te amo. Fica com Deus. E não me deixe sozinha.

"NINGUÉM MORRE ENQUANTO PERMANECE VIVO NO CORAÇÃO DE ALGUÉM!"
Rafael Alves Soares, 21 anos.

Moon of the Day