sexta-feira, 20 de março de 2009

Minha Vida de Menina


Gente! Pasmem... estou ficando velhota!! rsrsrs...
Mas tipo assim, me peguei relembrando as festinhas de aniversário que tive durante esses anos todos e lembrei de tudo como se fosse ontem... não é possivel que estou chegando aos 24 anos assim tão rápido! Até as roupinhas eu lembro! E do meu aniversário de 3 anos, posso sentir o gosto do vestidinho da Hello Kitty que era o bolo...Tão saboroso! E na festinha de 4 anos os bombons foram os melhores! Não tem como...  Acho que cheguei na crise dos 20 um pouco mais tarde. E olha que não fiz nem 1/3 do que quero. Formei no que amo, mas ainda não trabalho. Não sou independente e não fico sozinha por muito tempo.
"Ter vinte e poucos anos..." Isto é chamado de "crise de um quarto de vida".
É quando você pára de sair com a galera e começa a perceber muitas coisas sobre você que você mesmo não conhece e pode não gostar disso. Você começa a se sentir inseguro e pensar sobre onde você vai estar daqui a um ano ou dois, mas de repente se sente inseguro porque você mal sabe onde está agora. Você começa a perceber que as pessoas são egoístas e que, talvez,
aqueles amigos que você pensou que eram tão próximos não são exatamente as melhores pessoas que você encontrou em seu caminho, e pessoas que você perdeu o contato eram algumas das mais importantes. O que você não consegue perceber é que eles percebem isso também, e não estão sendo frios,grosseiros, ou falsos, mas estão tão confusos quanto você. Você olha para seu emprego...e não é nem perto do que você imaginava que estaria fazendo, ou talvez você esteja procurando emprego e percebendo que vai começar do zero e isso pode te assustar. Suas opiniões se tornaram mais fortes. Você vê o que os outros estão fazendo e se encontra julgando mais do que o usual,porque você percebe que desenvolveu certos limites na sua vida e está constantemente adicionando coisas na sua lista do que é aceitável e o que não é. Em um minuto, você está inseguro e no próximo, seguro. Você ri e chora com a maior força da sua vida. Você se sente sozinho, assustado e confuso. De repente, a mudança é sua maior inimiga e você tenta se agarrar ao passado com a vida boa, mas logo percebe que o passado está cada vez mais longe, e não há nada a se fazer a não ser ficar onde está ou caminhar para a frente.
Você tem seu coração quebrado e pensa como alguém que você amava tanto pôde causar tanto estrago em você. Ou você fica deitado na cama e pensa por que você não poderia encontrar
alguém decente o suficiente que você queira conhecer melhor. Ou às vezes você ama alguém e ama outro alguém também e não consegue imaginar porque você faz isso, já que você sabe que não é uma má pessoa. Ficar com alguém por uma noite ou galinhar começam a parecer ridículos.
Agir como um idiota se torna patético. Você sente as mesmas coisas e enfrenta as mesmas questões de novo e de novo,e conversa com seus colegas sobre as mesmas coisas porque você não consegue tomar decisões.
Você se preocupa sobre empréstimos, dinheiro, o futuro e construir sua
própria vida...e enquanto ganhar a corrida seria maravilhoso, neste  momento você gostaria apenas de participar! O que você pode não perceber é que
todos que lêem isso encontram algo em comum.
Estamos em uma das melhores e piores épocas da vida, tentando o
máximo que podemos acabar com isso."




9 comentários:

  1. eu ja entrei nessa crise...hauauh
    agora estoiu fazendo tudo q nao fiz antes disso e gostaria de ter feito...tipo ir no carnaval e beijar mil...hauhuah....regredi um piuco...mas daqui a pouco chego na idade q eu to.....e pior...vou ficar mais velha ainda.....e quem vai estar do meu lado de bengala?....VOCE!HUAHUAHUAHUAHUAHUA

    ResponderExcluir
  2. Ahhhh! Lindo!
    E o mais legal é que vc continua a me esperar para cantar o parabéns! Esse ano nao será diferente! Sexta estaremos a comemorar! E a bebemorar tb! Afinal, somos de marte!

    ResponderExcluir
  3. .... nothing to say... perfect!!!

    ResponderExcluir
  4. uiaehauheuae, adorei o texto!
    As vezes fico pensando na minha infância também! rsrs

    Adoro essa foto! Muito lindaaa!!
    E vamos em uma micareta siim! Estou te esperando aqui, viu??
    rsrs

    Beeijo

    ResponderExcluir
  5. Meninas... sorry! Mas acho que agora quem deu uma viajada fui eu. Já estive aqui? Como estou linkada no blog de vocês? Como há por esta órbita, uma "Ruiva" que eu não fui apresentada? Tá bom... se me excedi no vinho naquela noite, fomos apresentadas e eu não lembro, desde já aviso: a culpa foi do excesso etílico. Nada a ver com a minha idade! Agora, brincadeiras à parte - é um prazer conhecer vocês. Agora estou passando meio na corrida, Depois, volto com calma. Bjs aos montes!!!

    ResponderExcluir
  6. Penso da mesma maneira, e estou com você! Temos quase a mesma idade e pensamentos tão príximoas, preocupações tão dignas. Isso chama-se amadurecimento e, sim, até velhos amadurecem mais com o tempo. Não é questão de sermos mais novos ou não.
    Você escreve muito bem e vou começar a ler o seu blog, visto que esse tipo de coisa não me interessava antes. (Por que não fazer um meu também?! rsrsrs)
    Parabéns e Feliz Aniversário, marciana!

    ResponderExcluir
  7. Sé é a melhor ou a pior fase nunca teremos certeza absoluta, mas posso garantir que sou 100% feliz de poder fazer parte da sua vida nessa etapa dela.
    Desejo a voce toda a felicidade do mundo, torço cada dia mais pela sua alegria e por suas conquistas.
    PARABENSSS!!

    Beijosss!!

    ResponderExcluir
  8. Querias, mas não podes voltar á meninice,aguenta-te á bronca do se ser Adulto.

    ResponderExcluir
  9. aah, eu também lembro das minhas festinhas, mas especialmente do gosto do bolo de quando fiz 10 anos.. hmm, é como se o tivesse comendo agora! Eu acho que me sentirei exatamente assim como vocÊ, mas ainda assim, hje com 17 anos, às vezes entro em crises.. ahioahuai. beeijos

    ResponderExcluir

Antes de sair de Marte, tente uma comunicação!

Moon of the Day